Goris na Portojóia 2023

Imagem da notícia: Goris na Portojóia 2023

“Nós temos de andar conforme o mercado, seguir as tendências. O mercado está a pedir o clássico, o que havia de antigo, dos avós, dos pais. Tenho dois, três modelos novos, mas não é com aquela força dos anos 2000. Em equipa vencedora, é deixar seguir”, regista Rómulo Silva.

Para o responsável da Goris, a participação nesta feira reveste-se de “uma importância grande, quem conhece sabe que é a única feira que temos com visibilidade, aqui e além-fronteiras. Já estamos presentes há 32 anos, portanto, vale sempre a pena. Estes quatro dias permitem o contacto físico, falar e trocar ideias com os clientes”.

Algo que tem estado a mudar é a capacidade em suportar esta presença contínua na Portojóia, pelo aumento dos custos a que são sujeitos os profissionais do setor. “Assistimos a um aumento de preços generalizado, a nossa matéria-prima é toda importada. Não temos aqui em Portugal nem prata, nem ouro, não temos nada disso”.

16 de Fevereiro, 2024
Portojóia 2023

Notícias relacionadas

Special Insurance na Portojóia 2023

Com mais de 30 anos de experiência e cerca de 2.500 clientes, a Special Insurance assegura que o seu objetivo nesta edição da Portojóia é estar “o mais próximo dos clientes, que os clientes percebam que nós continuamos cá para os apoiar”, confessa Domingos Magalhães.

Ler mais 16 de Abril, 2024
Portojóia 2023

Pedrasriscas na Portojóia 2023

Destaque neste certame para a apresentação da Mesh, a primeira marca portuguesa no seu portefólio, para além da apresentação da marca Alisia Gold.

Ler mais 12 de Abril, 2024
Portojóia 2023