Paula Gião: “O luxo está onde nós estivermos”

Imagem da notícia: Paula Gião: “O luxo está onde nós estivermos”

Após uma remodelação nas suas emblemáticas instalações do Rossio, em Lisboa, a Joalharia Ferreira Marques, cenário de filmes como 007, “Ao Serviço Secreto de Sua Majestade”, e “Singularidades de uma Mulher Loira”, de Manoel de Oliveira, continua a apostar no segmento de luxo. Uma história de 94 anos onde a tradição continua a ser o que era.

O que esteve na base da recente remodelação na Joalharia?

Paula Gião: A recente remodelação da joalharia foi consequência do facto de sermos fachada e joalharia classificada enquanto loja com história.

Na sua opinião, os portugueses ainda olham para as joias como um investimento?

PG: Hoje em dia, o conceito mudou em relação às joias. O sentido de investimento deu lugar a uma aquisição de joias, ouro e qualquer tipo de “adorno” voltado para o glamour, para usar quando se tem intenção, quando o uso de tais peças dá asas e apetece voar de alegria, sentido de beleza inebriante para nós e para quem nos olha.

Entrevista completa na próxima edição da JoiaPro.

19 Março 2020
Entrevistas

Notícias relacionadas

Carlos Caria em entrevista

No final do seu quinto mandato como presidente da Associação Portuguesa da Indústria de Ourivesaria (APIO), Carlos Caria manifesta esperança de que as novas gerações ligadas ao setor da joalharia o projetem nos trilhos da inovação e prestígio no estrangeiro.

Ler mais 20 Março 2020
Entrevistas