“Continuaremos a explorar novas tecnologias”

Imagem da notícia: “Continuaremos a explorar novas tecnologias”

Filipe Samuel Silva, investigador da Escola de Engenharia da UM e percussor do Gradouro, explicou-nos em entrevista quais os objetivos futuros deste projeto.

“Neste momento, em virtude de termos uma visibilidade e reconhecimento mundial, o nosso propósito é que algumas empresas e marcas portuguesas tenham a mesma visibilidade universal que tem o projeto. Se fomos capazes de ser reconhecidos na investigação, também o poderemos ser com os produtos finais, através de marcas portuguesas. Entretanto, também continuaremos a explorar novas tecnologias.”

Leia a entrevista na íntegra na JoiaPro 59, aqui.

19 Dezembro 2014
Entrevistas

Notícias relacionadas

“A joalharia só pode ser feita com amor”

Quem o diz é José João Vilares, um eterno apaixonado pela ourivesaria e fundador da escola de joalharia contemporânea Engenho & Arte, sediada no Porto. Numa conversa intimista, o responsável revelou-nos que este projeto nasceu do sonho de impulsionar a joalharia contemporânea, preservando sempre as técnicas mais ancestrais desta arte.

Ler mais 7 Outubro 2020
EntrevistasJoalharia e ourivesaria