Criar joias ecológicas

Imagem da notícia: Criar joias ecológicas

Na JoiaPro 57 abordámos a temática do meio ambiente em Ourivesaria, tendo em conta que existem materiais usados nesta arte que são poluentes ou prejudiciais para a “saúde” do nosso planeta.

A ideia deste artigo surgiu no seguimento das III Jornadas de Ourivesaria, organizadas pela Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) há cerca de um ano (ver reportagem na JoiaPro 53). Este evento, sob o tema da eco-inovação, trouxe “à baila” vários assuntos de interesse e oradores de renome nesta área específica.

Na altura, Manuel Alcino, presidente da AORP, disse à nossa reportagem que “o setor da Ourivesaria utiliza materiais bastante tóxicos, como o cianeto, e ácidos muito agressivos e cáusticos para o meio ambiente”.

Neste sen tido, importa adotar medidas que lutem contra esta situação e que impregnem nos criadores/fabricantes/vendedores o sentido de responsabilidade em relação à ecologia.

E, se a este valor pudermos adicionar o cunho inovação, o resultado final torna-se mais apetecível aos olhos do consumidor, tal como nos afirmou Francisca Bonet, consultora da empresa Quid-Ideias, também presente nas Jornadas.

Leia a reportagem na íntegra na JoiaPro 57, aqui.

18 de Setembro, 2014
Atualidade

Notícias relacionadas

Ação de Formação em BCFT tem nova data

A ação de formação em Branqueamento de Capitais e Financiamento do Terrorismo (BCFT), organizada pela APIO em conjunto com a ANUSA, ACORS e APAOINCM e em parceria com a ASAE, foi remarcada. A ação decorrerá agora a e 7 de dezembro, pelas 15h30.

Ler mais 18 de Novembro, 2022
AtualidadeEventosFormação