“A internacionalização é um caminho do qual não nos podemos desviar”

Imagem da notícia: “A internacionalização é um caminho do qual não nos podemos desviar”

Nuno Marinho é o novo presidente da Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP). Em entrevista à JoiaPro, falou dos objetivos presentes e futuros da associação, que pretende reforçar a relação de proximidade com os associados, através de plataformas de diálogo aberto e transparente. 

JoiaPro: A aposta na internacionalização levada a cabo pela AORP é para manter?

Nuno Marinho: Sim, é para continuar. É um caminho do qual não nos podemos desviar neste momento, pelo investimento já feito, pelo trabalho que já existiu (e continua a existir) e também pelo impacto que isso tem junto das empresas, que cada vez mais aderem aos processos de internacionalização.

JP: Que outras iniciativas têm em mente neste sentido?

NM: A próxima está relacionada com o lançamento de uma nova campanha de promoção internacional: Legacy. A decorrer nos dias 5 e 6 de julho, na Casa da Arquitetura em Matosinhos, trata-se de uma mostra inédita da joalharia portuguesa. Este showcase é transversal a cerca de 20 empresas do setor, desde novos designers a fabricantes, mais ou menos tradicionais, que terão a oportunidade de mostrar o seu trabalho ao público num evento bastante agradável.

Leia a entrevista na JoiaPro 81 e veja o vídeo com algumas partes da conversa.

27 Junho 2019
Entrevistas

Notícias relacionadas

“A joalharia só pode ser feita com amor”

Quem o diz é José João Vilares, um eterno apaixonado pela ourivesaria e fundador da escola de joalharia contemporânea Engenho & Arte, sediada no Porto. Numa conversa intimista, o responsável revelou-nos que este projeto nasceu do sonho de impulsionar a joalharia contemporânea, preservando sempre as técnicas mais ancestrais desta arte.

Ler mais 7 Outubro 2020
EntrevistasJoalharia e ourivesaria