Fábrica em Sevilha “cultiva” diamantes sintéticos

Imagem da notícia: Fábrica em Sevilha “cultiva” diamantes sintéticos

Em Carmona, cidade no interior sevilhano, está localizada a única fábrica espanhola que “cultiva” diamantes sintéticos com o sistema HPHT – chama-se Irisgem.

O sistema recria tecnicamente as condições de alta pressão (40.000 atmosferas) e temperatura (1.500º) que dão origem aos cristais preciosos, semelhantes aos obtidos em processos geológicos.

O resultado é um diamante mais barato, com as mesmas características de um natural e com a garantia de que foi obtido eticamente, ou seja, “não servem para financiar conflitos de guerra”.

Fundada em 2001 pelo “Grupo Tecnológica” e pelo “Instituto Andaluz de Tecnología” para a fabricação de diamantes com fins industriais e científicos, a Irisgem foi posteriormente adquirida pela família Raventós e vendida à fábrica Terzo Inversores, que reúne vários investidores internacionais.

Saiba tudo sobre o “cultivo” destes diamantes aqui.

18 de Dezembro, 2018
Joalharia e ourivesaria

Notícias relacionadas