Uma das obras de joalharia mais caras alguma vez vendidas

Imagem da notícia: Uma das obras de joalharia mais caras alguma vez vendidas

São ínfimos os artistas contemporâneos que produzem obras deste género em joalharia, especialmente quando metais preciosos e pedras de elevado valor estão envolvidos.

Damien Hirst foge à regra e cria esta caveira em platina com diamantes, intitulada “For the love of God”, em 2007, que, apesar do seu elevado custo de produção, acabou por ser vendida por quase quatro vezes mais. Esta escultura é totalmente feita em platina a partir de um molde de um crânio real do séc. XVIII, adquirido a um taxidermista.

As 32 placas de platina que compõem a peça, com 2,156 Kg de peso e dimensões de 171 x 127 x 190 mm, estão totalmente revestidas por fora e por dentro por diamantes em talhe brilhante, num total de 8601 pedras e 1.106,18 quilates.

Na parte frontal do crânio, está um grande diamante cor-de-rosa lapidado em talhe brilhante pêra com 52,40 quilates, rodeado por 14 diamantes incolores de cor D, também em talhe brilhante pêra, com um peso total de 37,81 quilates.

Os dentes originais do homem, de 30-35 anos, após terem sido tratados por um dentista, foram aplicados na peça.

Em 2008, a peça, cujo custo de produção se estimou em 13 milhões de libras, foi vendida a um consórcio internacional por cerca de 50 milhões libras, aproximadamente 75 milhões de euros, sendo das obras de joalharia mais caras alguma vez vendidas.

Fotografia de Prudence Cuming Associates © Damien Hirst and Science Ltd.

9 Agosto 2018
Atualidade

Notícias relacionadas

Inhorgenta 2021 conta com grande apoio da indústria

A Inhorgenta Munich será realizada entre os dias 19 e 22 de fevereiro de 2021, contando com um grande apoio da indústria apesar da situação pandémica que vivemos atualmente. Cerca de cinco meses antes do início do evento, são vários os expositores que já se inscreveram.

Ler mais 19 Outubro 2020
Atualidade

Imprensa Nacional – Casa da Moeda recebe selo Covid Safe

A Imprensa Nacional - Casa da Moeda (INCM) recebeu o selo Covid Safe, após uma auditoria da APCER - Associação Portuguesa de Certificação. Esta entidade reconhece as medidas de segurança e higiene tomadas pela empresa, de forma a garantir a diminuição do risco de contágio pelo novo coronavírus e restabelecer a confiança e segurança aos colaboradores, clientes e parceiros da organização.

Ler mais 8 Outubro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesaria

Setembro em números

Fique a conhecer as cinco notícias mais lidas no nosso site durante o mês de setembro de 2020, segundo dados do Google Analytics.

Ler mais 2 Outubro 2020
Atualidade