Angola lucra com venda de diamantes

Imagem da notícia: Angola lucra com venda de diamantes

Segundo dados do Ministério da Geologia e Minas de Angola, 95% dos 850.519 quilates de diamantes brutos vendidos por aquele país destinaram-se aos Emirados Árabes Unidos.

Trata-se de um rendimento de aproximadamente 102 milhões de euros, de acordo com a Lusa. Mas representa uma quebra de 30% em comparação com o mês anterior, mesmo conseguindo um aumento de 18% face ao mesmo mês em 2014.

Depois dos Emirados Árabes Unidos, seguiu-se Hong Kong (3%), Israel (1%) e Bélgica (1%). Ainda, a produção angolana de diamantes, também em julho, representou 103 milhões de euros para 865 mil quilates.

“Este registo deveu-se, por um lado, ao aumento da produção da mina de Catoca, em 3,83%, por outro, à acumulação da comercialização dos diamantes da classe dos finos que normalmente ocorre de dois em dois meses”, explicou o Ministério da Geologia e Minas.

8 Setembro 2015
Atualidade

Notícias relacionadas

Como será a indústria do luxo após a Covid-19?

Dez das principais mentes da área do comércio de bens de luxo - incluindo relojoeiros e joalheiros - falam sobre as consequências duradouras da crise relacionada com a pandemia de Covid-19.

Ler mais 8 Setembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesariaRelojoaria

STAYAWAY COVID, a app de rastreio automático

A STAYAWAY COVID é uma aplicação móvel de rastreio automático de contactos de utentes com Covid-19. Foi apresentada a 1 de setembro como um meio complementar aos sistemas tradicionais de resposta à pandemia.

Ler mais 7 Setembro 2020
Atualidade