“Queremos ir para o mercado e chegar às ourivesarias”

Imagem da notícia: “Queremos ir para o mercado e chegar às ourivesarias”

A Grad’Or estreou-se no mercado recentemente como a personificação em marca do Gradouro, projeto inovador da Universidade de Minho, no qual Filipe Samuel Silva e a sua equipa concebem joias de ouro únicas com ciência.

A PortoJoia pôde ver novamente joias tão inovadoras como anéis de ouro mais leves, devido a uma espuma especial que preenche o seu interior, a peças com ouro azul, conseguido à base de alterações no metal à escala nano, joias com cerâmicos brancos ou pretos de alta resistência à base de zircónia de alumínio, mas também peças de ouro com pedras de várias cores incrustadas, como diamantes púrpura ou pretos, entre muitas outras.

“Estamos essencialmente a apresentar esta nova tecnologia mas, acima de tudo, pretendemos dar a conhecer a Grad’Or, marca associada ao nosso projeto Gradouro. Queremos, sobretudo, ir para o mercado e chegar às ourivesarias”, explicou-nos Filipe Samuel Silva, quando questionado sobre a estratégia da marca.

“Nós somos um dos projetos mais galardoados do mundo em termos de desenvolvimentos para o setor da Joalharia. Para o ano que vem, já teremos estas peças disponíveis no mercado”, concluiu o responsável.

12 de Novembro, 2014
Atualidade

Notícias relacionadas

Swatch com nova coleção: sustentável, biológica e cheia de estilo

A marca relojoeira Suíça apresenta a sua mais recente inovação: a BIOCERAMIC. Apenas alguns meses após o lançamento do primeiro Swatch fabricado com materiais de origem biológica, em setembro de 2020, chega agora uma nova e única combinação de cerâmica com plástico de origem biológica: made by Swatch.

Ler mais 14 de Abril, 2021
AtualidadeRelojoaria