A chave mais cara do mundo é portuguesa

Imagem da notícia: A chave mais cara do mundo é portuguesa

Um conjunto de 1561 diamantes, aliado a uma base de ouro branco e plantina constituem a chave mais valiosa do mundo, chamada “Elizabeth”.

A chave foi apresentada no Dubai, desafiando o comprador mais extravagante com o mote “É rico o suficiente?”.

Miguel Mendes e Ricardo Cruz, licenciados em Marketing, juntaram-se ao ‘designer’ Hans Aalbers, que na altura procurava parceria para o projeto enquanto os portugueses trabalhavam na ATZ, empresa de ferragens e interiores, de Águeda.

Assim, criaram uma série de 12 peças a pensar exclusivamente no mercado de luxo, em particular para aqueles que estão dispostos a pagar verdadeiras quantias excêntricas por artigos únicos, como nos mercados asiático, norte e sul americano.

Para já, despertaram o interesse de um magnata árabe, que está disposto a pagar 100 mil euros pela chave, que segundo os criadores abre qualquer fechadura, exceto a dos carros.

O milionário planeia usá-la para abrir a porta de casa e servir de porta-chaves para o seu Ferrari, portanto, um comprador dentro do público-alvo.

A peça não estará disponível para o mercado português.

21 de Janeiro, 2014
Atualidade

Notícias relacionadas

Loja virtual ou marketplace? 

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E. (AICEP) mostra os prós e contras destas duas soluções online para o seu negócio em formato virtual.

Ler mais 8 de Agosto, 2022
AtualidadeNotícias

Luminor Luna Rossa da Panerai com novo look

A Manufatura Panerai é reconhecida pelos relógios que exibem fiabilidade técnica em condições extremas. A equipa Luna Rossa, vencedora do Prada Cup durante a última competição da America’s Cup, encontra-se entre os melhores clubes de vela do mundo. Ambas partilham a mesma afinidade com o mar e o mesmo orgulho pela herança italiana.

Ler mais 5 de Agosto, 2022
AtualidadeRelojoaria