“O papel dos avaliadores deve ser valorizado”

JóiaPro · Em que consiste exactamente o seu papel enquanto avaliadora oficial da Casa da Moeda?

Marília Ferreira · Assegurar um serviço permanente de consultoria e de avaliação de bens nas áreas da ourivesaria e joalharia, na comarca de Gondomar. Antes de passar à avaliação propriamente dita, é preciso saber se se trata de uma avaliação para efeitos de partilha, de seguro ou de venda.

JP · E como se desenvolve todo o processo de avaliação?

MF · A partir do momento que nos chega uma peça, o primeiro passo é averiguar a marca. Depois, analisamos a quantidade e a qualidade das pedras existentes na jóia e, de seguida, fazemos uma avaliação global da peça, incluindo todos os factores externos, como antiguidade, estado “físico”, entre outros.

JP · Quais considera serem os principais problemas desta actividade?

MF · A multiplicidade de casas de compra e venda de ouro que existem no mercado. A maior parte dos profissionais destes espaços não possui conhecimentos históricos sobre as peças, vive para fins lucrativos, não oferecendo aos clientes o valor justo da peça. É urgente sensibilizar as pessoas para a necessidade de procurarem um avaliador ou uma outra segunda opinião mais válida. O papel dos avaliadores em Portugal deve ser valorizado, pois somos nós que possuímos as ferramentas gemológicas e os conhecimentos essenciais à correcta e justa avaliação de uma jóia.

 

Entrevista na íntegra na JóiaPro 40

22 de Julho, 2011
Entrevistas

Notícias relacionadas

“O amor trouxe-nos até aos dias de hoje”

Fundada em 1926 por Adriano Ferreira Marques, bisavô do atual proprietário, a Joalharia Ferreira Marques marca 96 anos de existência na glamorosa Praça do Rossio, coração da cidade lisboeta. Apaixonada pelas joias, esta família está ligada ao fabrico detalhado de joalharia e ourivesaria, desde finais do século XIX. A JoiaPro foi até à capital conversar com José Filipe Maio, atual proprietário, e Paula Gião, consultora de desenvolvimento de negócio.

Ler mais 18 de Outubro, 2022
EntrevistasOurivesaria

“Love has brought us here today”

Founded in 1926 by Adriano Ferreira Marques, Great-Grandfather of the current owner, Joalharia Ferreira Marques [Ferreira Marques Jewellers] marks its 96th anniversary in the glamorous Praça do Rossio, right in the heart of the City of Lisbon. Passionate about jewels, this family has been involved in the detailed manufacture of Jewellery and Goldsmithery since the end of the XIX century. JoiaPro visited the capital to talk with José Filipe Maio, current owner, and Paula Gião, business development manager.

Ler mais 17 de Outubro, 2022
EntrevistasOurivesaria