Anéis inovadores

Imagem da notícia: Anéis inovadores

A Ourivesaria Freitas, talvez a mais emblemática de Viana do Castelo, surpreendeu o sector ao criar os primeiros anéis especiais para casais do mesmo sexo.


As peças são trabalhadas na típica filigrana portuguesa e apresentam-se agora como uma forte hipótese na escolha de alianças por parte de casais homossexuais. Para Manuel Freitas, proprietário do espaço, “toda a gente deve ter direito a aliança”.


A proposta do criador mostra-se ousada, até pela cidade onde foram criadas. “Em Viana do Castelo será mais difícil vender porque falamos de uma cidade conservadora, onde as pessoas não se querem expor”. No entanto “existem outras pessoas, de fora, que poderão vir cá comprar ou encomendar”, sustenta Manuel Freitas.


Os anéis de prata custam 14 euros, e os de ouro podem atingir os 300 euros. O anel simboliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo e constitui mais uma prova da versatilidade do ourives, que já desenhou alianças para divorciados e até para cibernautas.

20 de Janeiro, 2010
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Deixo o convite para que se juntem a nós”

João Faria, presidente da Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP), faz o convite às pessoas que trabalham no retalho para se juntarem à AORP: "Precisamos de ter mais gente do retalho, que nos dê feedback sobre essa secção e nos possa ajudar a analisar e a compreender melhor as necessidades dessa área", refere.

Ler mais 3 de Maio, 2024
Entrevistas

“Queremos aproximar ainda mais o setor”

João Faria, atual presidente da Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) refere que pretende “aproximar ainda mais o setor” e “abri-lo mais ao mundo”. Apesar de estar consciente dos desafios, quer que as empresas saibam que a AORP está presente e pretende ajudar o setor a evoluir.

Ler mais 22 de Abril, 2024
Entrevistas