Ourivesaria sustentável: fundir para recriar

Imagem da notícia: Ourivesaria sustentável: fundir para recriar

Muitas das joias que a Portugal Jewels cria são produzidas com prata e ouro de peças antigas, que são sujeitas a um processo de fundição. Desta forma, compactam histórias e eternizam memórias em quem usa as peças.

Este ciclo de recriação na ourivesaria existe desde a antiguidade e vai permitindo que o “velho” se transforme em “novo”, conforme o ditado “one man’s trash is another man’s treasure”.

É factual que os metais preciosos existem em quantidade limitada no nosso planeta, logo a sua reutilização é essencial para tornar a ourivesaria uma arte sustentável.

Conheça mais sobre a Portugal Jewels na próxima edição da JoiaPro, brevemente disponível.

26 de Julho, 2018
Joalharia e ourivesaria

Notícias relacionadas

Leiloeira Santo Eloy apoia Associação Médicos do Mundo

O “Leilão Solidário - Damos Valor ao que tem Valor”, destinado a apoiar a missão da Médicos do Mundo, marca o início da atividade da Leiloeira Santo Eloy. Trata-se de uma iniciativa numa postura de responsabilidade social e proximidade à comunidade, num cenário de crise que deixou populações desfavorecidas ainda mais fragilizadas.

Ler mais 27 de Janeiro, 2021
Joalharia e ourivesaria

Maria Avillez Jewellery sugere joias para o São Valentim

"Call Me By My Name", a seleção de peças que convida a chamar o amor pelos seus (vários) nomes. A proposta da marca portuguesa de joalharia Maria Avillez Jewellery para a data mais romântica do calendário inclui sugestões de joias delicadas e minimalistas.

Ler mais 26 de Janeiro, 2021
Joalharia e ourivesaria