Laboratório esbatesse a distinção entre diamantes artificiais dos naturais

Imagem da notícia: Laboratório esbatesse a distinção entre diamantes artificiais dos naturais

A Gem Lab é um laboratório norte-americano que está a desenvolver uma técnica de produção de diamantes.

Através da colocação de uma fração de carbono reduzida em placa num micro-ondas, com metano e um gás à base de carbono, esta empresa clama que o método distancia-se dos outros, com a zircónia pura pela permanência da composição química dos diamantes naturais, sendo necessário uma máquina própria para distinguir ambos os tipos de diamante.

Por sua vez vai sobreaquecer até se obter uma bola de plasma, que enfatiza as partículas a cristalizarem em diamante, num processo que pode durar 10 semanas.

Um quilate destas pedras sintéticas custa cerca de seis mil dólares, em comparação com os 10 mil das naturais.

10 Setembro 2015
Atualidade

Notícias relacionadas

Candidaturas abertas para o Programa Apoiar.pt

Já pode registar a sua empresa ou organização no Balcão Portugal 2020, caso pretenda requerer o novo apoio dirigido aos negócios mais afetados pela pandemia Covid-19, nomeadamente na área do comércio.

Ler mais 27 Novembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesaria

Yvel desenvolve máscara de proteção mais cara do mundo

A máscara de proteção mais cara do mundo custa cerca de 1,3 milhões de euros e foi desenvolvida pela Yvel, marca de joalharia israelita. O equipamento de proteção individual deverá incluir mais de 3.600 diamantes brancos e pretos.

Ler mais 26 Novembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesaria