O regresso de “Space Invaders” com Joana Mota Capitão

Imagem da notícia: O regresso de “Space Invaders” com Joana Mota Capitão

Quem se poderia lembrar de transformar as naves espaciais do jogo eletrónico, dos anos ‘70, “Space Invaders”, de Tomohiro Nishikado, em joias de trazer ao pescoço?

Joana Mota Capitão, de 29 anos, formada em Joalharia Contemporânea, lembrou-se e usou para este fim o acrílico e a prata.

“Acho que as pessoas se identificam com este jogo pelas cores e porque são acessíveis”, disse ao jornal I a propósito da nova coleção.

A joalheira, que define o seu estilo como sendo “um pouco geométrico e gráfico”, em que “algumas peças têm jogos de volumes e encaixes”, criou uma própria marca em maio de 2011.

Está presente em lojas do Porto e de Lisboa, com preços que oscilam entre os 40 e os 750 euros, de acordo com os materiais usados e a quantidade de peças produzidas.

2 Janeiro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Nova LOPJ – Esclarecimento ao setor da ourivesaria

Com a entrada em vigor na nova Lei Orgânica da Polícia Judiciária (LOPJ) ainda em 2019, aprovada pelo Decreto-Lei n.º 137/2019, foram levantadas questões de interpretação por parte dos operadores económicos do setor da ourivesaria. A APIO solicitou então em outubro do ano passado esclarecimentos à Direção Nacional da Polícia Judiciária que tiveram agora resposta.

Ler mais 30 Setembro 2020
Atualidade