Apelar ao revivalismo

Imagem da notícia: Apelar ao revivalismo

Com 21 peças em apreciação final, sob o tema Revivalismo, foi Joana Andresen quem se distinguiu com o porta-retratos “Quem vê caras não vê corações” no PortoJóia Design deste ano.

“Esta peça tem como funcionalidade transportar uma memória, que evoca uma recordação de valor para quem a traz ao peito, embalado com saudade. Guarda e protege não só um rosto como também o sentimento de pertença e uma lembrança que não quer ser esquecida, inerente a esse mesmo rosto. É um objecto que contem algo pessoal e íntimo, que apenas comunica se o seu portador o desejar, ou seja, se o abrir e tornar visível a todos o seu interior”, explicou Joana Andresen à nossa reportagem.

 

 

7 Novembro 2011
Atualidade

Notícias relacionadas

Inhorgenta 2021 conta com grande apoio da indústria

A Inhorgenta Munich será realizada entre os dias 19 e 22 de fevereiro de 2021, contando com um grande apoio da indústria apesar da situação pandémica que vivemos atualmente. Cerca de cinco meses antes do início do evento, são vários os expositores que já se inscreveram.

Ler mais 19 Outubro 2020
Atualidade

Imprensa Nacional – Casa da Moeda recebe selo Covid Safe

A Imprensa Nacional - Casa da Moeda (INCM) recebeu o selo Covid Safe, após uma auditoria da APCER - Associação Portuguesa de Certificação. Esta entidade reconhece as medidas de segurança e higiene tomadas pela empresa, de forma a garantir a diminuição do risco de contágio pelo novo coronavírus e restabelecer a confiança e segurança aos colaboradores, clientes e parceiros da organização.

Ler mais 8 Outubro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesaria

Setembro em números

Fique a conhecer as cinco notícias mais lidas no nosso site durante o mês de setembro de 2020, segundo dados do Google Analytics.

Ler mais 2 Outubro 2020
Atualidade