“Cada jóia tem um princípio, um meio e um fim”

Imagem da notícia: “Cada jóia tem um princípio, um meio e um fim”

JóiaPro: A formação em ourivesaria sofreu ultimamente algumas alterações na Escola Soares dos Reis…
Ana Lagarto: Há quatro anos iniciaram os Cursos Artísticos Especializados, que, no domínio das artes visuais e dos audiovisuais, são cursos de nível secundário de educação com a duração de três anos lectivos. Foram agrupados em quatro grandes cursos, que se chamam Comunicação Audiovisual, ‘Design’ de Comunicação, ‘Design’ de Produto e Produção Artística. Cada um deles é constituído por várias especializações possíveis. A ourivesaria surge nos cursos de ‘Design’ de Produto e Produção Artística.

JP.: E porque surge a ourivesaria em dois cursos diferentes?
AL.: No curso de Produção Artística, a ourivesaria encara a jóia como um objecto artístico, uma peça única, que não tem de ser repetida. Aqui os alunos formam-se como técnicos/criativos de ourivesaria, podendo no futuro trabalhar em ‘ateliers’ de criadores de jóias e em ourivesarias. Já a especialização de ourivesaria em ‘Design’ de Produto ensina a criar peças para a indústria de ourivesaria, artigos que certamente passarão por um processo de produção em série. Este curso oferece a saída profissional de assistente de ‘design’ de joalharia.

JP.: Especificamente, o que ensina a Ana aos seus alunos?
AL.: Eu lecciono a disciplina de Desenho de Projecto no curso de Produção Artística. Ensino os meus alunos a compreender o objecto que vão executar. Explico-lhes que não podem entrar numa oficina e manipular o material sem antes terem efectuado uma pesquisa formal, sem terem designado um conceito para a sua peça e sem terem definido o projecto de trabalho. Os meus alunos aprendem que cada jóia tem um princípio, um meio e um fim.

31 de Março, 2010
Entrevistas

Notícias relacionadas

“A joalharia só pode ser feita com amor”

Quem o diz é José João Vilares, um eterno apaixonado pela ourivesaria e fundador da escola de joalharia contemporânea Engenho & Arte, sediada no Porto. Numa conversa intimista, o responsável revelou-nos que este projeto nasceu do sonho de impulsionar a joalharia contemporânea, preservando sempre as técnicas mais ancestrais desta arte.

Ler mais 7 de Outubro, 2020
EntrevistasJoalharia e ourivesaria