“Cultivamos a honestidade”

Imagem da notícia: “Cultivamos a honestidade”

A Cipriano Jóias, situada na zona pedonal de Esposende, acredita que o esforço e a aposta no serviço e no atendimento vão ser a chave de sucesso do sector da ourivesaria.

A boa disposição ao balcão e a actualização constante de competências reinam entre os cinco funcionários da ourivesaria. “Cultivamos a honestidade acima de tudo e esforçamo-nos por prestar um bom serviço”, clarifica o gestor. “Independentemente do valor da peça que vamos vender, recebemos o cliente com um sorriso nos lábios”, exemplifica.

Na loja Cipriano Jóias o pós-venda assume também grande preponderância. “É a chave para a fidelização do cliente”, frisa Cipriano Sousa.

Outra mais-valia reside no serviço personalizado. O fundador atende aos pedidos pessoais dos clientes e esmera-se para satisfazer os seus anseios. “Sobretudo trazem pedras das férias com as quais querem fazer jóias. Estudo a possibilidade e oriento a criação da peça. A satisfação do cliente é notória”, declara.

A casa, de grandes dimensões, possui dois pisos. No rés-do-chão, onde a generalidade da exposição e da comercialização se realizam, a loja exibe marcas de moda, de renome nacional e internacional. Uma sala contígua dedica-se a gostos mais clássicos, onde pratas decorativas e algumas antiguidades tomam lugar.

26 Fevereiro 2010
Entrevistas

Notícias relacionadas

Carlos Caria em entrevista

No final do seu quinto mandato como presidente da Associação Portuguesa da Indústria de Ourivesaria (APIO), Carlos Caria manifesta esperança de que as novas gerações ligadas ao setor da joalharia o projetem nos trilhos da inovação e prestígio no estrangeiro.

Ler mais 20 Março 2020
Entrevistas