Impressão 3D é “trunfo” contra a pandemia de Covid-19

Imagem da notícia: Impressão 3D é “trunfo” contra a pandemia de Covid-19

Rapidez, baixo custo e personalização – são estas as palavras-chave que caracterizam o fabrico aditivo, também conhecido por impressão 3D. A tecnologia já era uma mais-valia para a indústria, ao acelerar o desenvolvimento de produtos reduzindo o time-to-market, e revela-se agora um importante trunfo no combate à Covid-19.

Conhecendo bem a capacidade de resposta desta nova tecnologia de impressão, o INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial, que tem especiais capacidades neste domínio, está a desenvolver um conjunto de produtos para ajudar quem está na linha da frente de combate à pandemia, e também dar resposta às necessidades da sociedade para reduzir o potencial de contágio.

“Tendo em vista o meio hospitalar, mas também o novo normal de locais onde passamos muito tempo, estamos a desenvolver componentes para ventiladores mecânicos, zaragatoas menos invasivas para os testes individuais, suportes mais eficientes para viseiras de proteção individual, dispensadores de gel desinfetante e dispositivos mãos-livres para portas e outros equipamentos”, conta Jorge Belinha, responsável pelo projeto no INEGI.

E o que têm estes produtos em comum? O fabrico aditivo, que suportará o seu desenvolvimento e a produção de protótipos. “Embora não seja adequada para produção em massa, a impressão 3D será usada para projetar e produzir protótipos funcionais à escala real, para serem testados e calibrados por parceiros clínicos num cenário real”, conta o responsável. “Numa segunda fase, entrarão em jogo parceiros industriais para produzir em massa estes produtos através de tecnologias de moldagem por injeção, também com o nosso apoio especializado”.

25 Junho 2020
Atualidade

Notícias relacionadas

Como será a indústria do luxo após a Covid-19?

Dez das principais mentes da área do comércio de bens de luxo - incluindo relojoeiros e joalheiros - falam sobre as consequências duradouras da crise relacionada com a pandemia de Covid-19.

Ler mais 8 Setembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesariaRelojoaria