Quem era José Manuel Rosas?

Imagem da notícia: Quem era José Manuel Rosas?

José Manuel Rosas, membro de uma família tradicional de ourives do norte de Portugal, fundou a sua empresa, a Rosior, em 1978 e, após anos de intenso trabalho de manufatura para a sua própria marca e para clientes internacionais destacados, como a Cartier ou a Tiffany & Co., abraçou o sonho de criar peças únicas de alta joalharia.

Distinguido em Portugal e no estrangeiro com diversos prémios e honras, o seu maior reconhecimento sempre partiu dos seus clientes exclusivos que, durante anos, foram orgulhosamente servidos com peças de joalharia colorida pelas mais variadas pedras preciosas onde o rigor de manufatura e a autenticidade estética são marcas de uma identidade muito própria.

O facto de ser português sempre o norteou, tanto na sua vida profissional como privada, e enchia-o de orgulho ser autor de peças criadas no seu país ao melhor nível do que os melhores atores de alta joalharia criavam na cena internacional, universo que frequentava assiduamente desde há décadas nas melhores feiras e exposições que têm lugar pelo mundo fora.

Invulgar compositor de joias brilhantes e coloridas pelas pedras que tão bem entendia, maestro na condução da sua oficina tradicional no Porto, José Manuel Rosas faz-nos a todos herdeiros das suas sinfonias que perdurarão na eternidade.

Este foi o texto publicado na página de facebook da Rosior, após a notícia da morte do seu fundador, no final de janeiro deste ano.

29 de Fevereiro, 2020
Notícias