Portugueses apostam nos EUA

Imagem da notícia: Portugueses apostam nos EUA

A joalharia é um dos principais setores de exportação nacional em crescimento para os Estados Unidos, tendo obtido um crescimento de 129% num ano.

Depois dos plásticos e borracha, calçado e produtos agrícolas, as pedras preciosas e a joalharia representam um crescimento de destaque, na ordem dos 2,8 milhões.

Graça Didier, secretária-geral da Câmara Americana de Comércio em Portugal (AmCham) em declarações ao Público, explicou que a valorização do dólar tornou “os produtos portugueses mais apelativos”, chegando aos Estados Unidos “com preços mais apetecíveis”.

No entanto, a situação de Angola e Brasil, a sofrer atualmente de crises económicas, ajudou a reorientar estratégias das empresas portuguesas, “onde o risco é menor”.

“Há também uma mudança de atitude das empresas portuguesas, que associa a tradição à inovação, o que permite a abordagem ao mercado americano, onde o design e a inovação são muito importantes. A nossa indústria têxtil, ou o setor da joalharia, fez essa mudança, chegando ao mercado com outro posicionamento. Não estão a apostar em preço pois não conseguiriam bater produtos chineses, mas apostam na qualidade e na inovação”, disse a responsável.

 

1 de Março, 2016
Atualidade

Notícias relacionadas

Swatch com nova coleção: sustentável, biológica e cheia de estilo

A marca relojoeira Suíça apresenta a sua mais recente inovação: a BIOCERAMIC. Apenas alguns meses após o lançamento do primeiro Swatch fabricado com materiais de origem biológica, em setembro de 2020, chega agora uma nova e única combinação de cerâmica com plástico de origem biológica: made by Swatch.

Ler mais 14 de Abril, 2021
AtualidadeRelojoaria