Mercado dos diamantes pode estar a abrandar

Imagem da notícia: Mercado dos diamantes pode estar a abrandar

Segundo a firma Bain & Co., a venda a retalho de diamantes pode estar a abrandar. A mesma entidade estima que 2015 representará um aumento máximo de até dois por cento em comparação com o ano anterior. Mas de 2014 para 2013, ocorreu um aumento de quatro por cento.

Como fatores, são apontados a passividade do mercado do luxo, a mudança da mentalidade dos consumidores e a diminuição da procura no mercado chinês. A queda da bolsa chinesa em junho afetou a confiança dos consumidores, que por sua vez afetou o mercado dos diamantes, segundo a ponta o relatório.

Relativamente ao papel dos produtos de luxo, o relatório aponta que os hábitos estão a mudar: os países em desenvolvimento estão a perder interesse em revelar estatuto com objetos de luxo e ainda não há dados suficientes para antever as preferências das gerações mais jovens.

Segundo CNBC, o estudo da Knot’s 2015 sobre anéis de casamento indicou que nos EUA 8% das noivas recebeu um anel com uma pedra não preciosa, em 2015. No entanto, 84% dos casais ainda mantém a preferência em anéis de diamante.

31 Dezembro 2015
Atualidade

Notícias relacionadas

Como será a indústria do luxo após a Covid-19?

Dez das principais mentes da área do comércio de bens de luxo - incluindo relojoeiros e joalheiros - falam sobre as consequências duradouras da crise relacionada com a pandemia de Covid-19.

Ler mais 8 Setembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesariaRelojoaria