Luso Atlantica apresenta seguros para ourivesarias

Imagem da notícia: Luso Atlantica apresenta seguros para ourivesarias

A situação de pandemia de Covid-19 tem provocado o encerramento mais cedo da generalidade das ourivesarias. Esta situação tem sido aproveitada por gangues organizados que, face à ausência prolongada, têm tido mais tempo para assaltar os estabelecimentos. Isto significa um duplo prejuízo: por um lado, a quebra de receitas, por outro o desaparecimento de stocks. A Luso Atlantica Corretores de Seguros SA dispõe de informação atualizada sobre criminalidade e soluções de cobertura muito abrangentes para esta atividade.

Em entrevista à JoiaPro, Diogo Baptista da Luso Atlantica, afirma que “as vantagens que oferecemos são de diversa natureza, desde soluções financeiras, com seguros de caução, credito e factoring para os nossos segurados, passando por garantir acompanhamento profissional e gestão de proximidade das suas necessidades e carteiras de seguros feito por um dos nossos colaboradores. Realizamos análises de risco às ourivesarias sempre que tal se justifique e damos apoio e enquadramento na regularização de sinistros. Por último, temos desenhada uma apólice que procura descansar os nossos segurados em qualquer lugar, seja no interior das suas lojas, em exposições, em casa dos proprietários das ourivesarias, em mostras, em hotéis ou em transporte”.

Diogo Baptista acrescenta que “vivemos um momento difícil com uma redução abrupta e acentuada de faturação das ourivesarias e, por essa razão, com níveis de existências elevados em loja pelo facto de não se escoarem os seus produtos. Esta situação, tem tido como consequência em Espanha e em França um aumento de assaltos até pelo facto de estarem obrigadas a estar fechadas. Este não é assim, o momento de baixar a guarda e reduzir custos em matéria de protecção e sim o de , pelo contrário procurar, um bom seguro”.

Em relação à fase de retoma, explica que “em breve esperamos e desejamos, ainda que de forma gradual, o levantamento de medidas restritivas atualmente em vigor, o que fará com que caminhemos para uma situação de normalidade da nossa atividade. Ao contrário de outras crises, esta não é económica, pelo que é expectável uma retoma mais rápida em termos qualitativos e quantitativos, estando assim convicto de que em breve retomaremos níveis normais consumo e por conseguinte a faturação pré-covid. O momento atual é o adequado pese embora o inequívoco esforço de curto prazo para semear e investir, para que rapidamente e de forma segura possamos colher resultados”.

A Luso Atlantica Corretores de Seguros SA ocupa “um lugar de destaque no setor da corretagem em Portugal. Conta com uma equipa de 106 profissionais que disponibilizam as melhores soluções do mercado segurador para as necessidades dos seus clientes. Procura sistematicamente condições diferenciadoras e feitas por medida, que visam proteger a vida, o património e responsabilidades de particulares e empresas”. Para qualquer questão ou informação, contacte Diogo Baptista.

27 Abril 2020
Entrevistas

Notícias relacionadas

Carlos Caria em entrevista

No final do seu quinto mandato como presidente da Associação Portuguesa da Indústria de Ourivesaria (APIO), Carlos Caria manifesta esperança de que as novas gerações ligadas ao setor da joalharia o projetem nos trilhos da inovação e prestígio no estrangeiro.

Ler mais 20 Março 2020
Entrevistas

Paula Gião: “O luxo está onde nós estivermos”

Após uma remodelação nas suas emblemáticas instalações do Rossio, em Lisboa, a Joalharia Ferreira Marques, cenário de filmes como 007, “Ao Serviço Secreto de Sua Majestade”, e “Singularidades de uma Mulher Loira”, de Manoel de Oliveira, continua a apostar no segmento de luxo. Uma história de 94 anos onde a tradição continua a ser o que era.

Ler mais 19 Março 2020
Entrevistas