E-commerce com metade do crescimento mundial até 2025

Imagem da notícia: E-commerce com metade do crescimento mundial até 2025

O comércio eletrónico vai representar metade do crescimento do retalho a nível mundial até 2025, aumentando em cerca de 1,4 mil milhões de dólares.

A revista digital “Grande Consumo”, adianta que no ano passado, 16% dos bens foram comprados online, o dobro da proporção registada em 2015. Os dados foram avançados numa recente conferência online sobre o “Retalho em Transição: Capitalização de futuras oportunidades de comércio eletrónico” promovida pelo Euromonitor International.

Nos próximos cinco anos, os Estados Unidos da América, a China e o México deverão registar o maior crescimento no valor absoluto. Para 72% dos profissionais de retalho, a pandemia acelerou a sua transformação digital em um a dois anos. Em 2020, as vendas online cresceram 26%.

“Um dos impactos mais pronunciados da pandemia é o aumento da influência da tecnologia. As empresas na América Latina, por exemplo, têm vindo a fazer maiores investimentos digitais e a região deverá atingir o maior crescimento em valor em 2025”, projeta Michelle Evans, chefe sénior de Investigação do Consumidor Digital na Euromonitor International.

“Contudo, a rápida transformação digital elevou os desafios para os modelos de negócio tradicionais e para as lojas físicas, pelo que é fundamental reavaliar a estratégia de negócio de modo a manter-se competitivo”, acrescenta Michelle Evans.

Portugal

O panorama do comércio a retalho vive um elevado nível de agitação provocado pela pandemia da COVID-19 desde o ano passado. Muitas empresas em Portugal viram-se forçadas a fechar as suas portas durante os períodos de confinamento, enfrentando um nível de vendas mais baixo e de forma contínua.

Esta alteração brusca no panorama de consumo, levou muitas empresas no nosso país a recorrer às vendas digitais, de modo a continuarem a desenvolver a sua atividade durante os períodos de encerramento, evitando assim perdas maiores nos seus negócios e aproximando-se dos consumidores.

Segundo a Euromonitor Internacional, as empresas que já consideravam expandir-se para as vendas digitais, aceleraram esse mesmo processo em 2020, de forma a satisfazer a procura crescente de comércio eletrónico durante a pandemia.

9 de Abril, 2021
Atualidade

Notícias relacionadas

AORP: E-Lapidar com sessão sobre o Mercado Italiano

A primeira sessão da conferência digital E-Lapidar promovida pela AORP, decorreu em formato digital, para um debate sobre o Mercado Italiano e a orientação do setor em tempos de pandemia.

Ler mais 7 de Maio, 2021
AtualidadeEventos e formaçãoJoalharia e ourivesariaRelojoaria