Metade das ourivesarias já foram assaltadas

Imagem da notícia: Metade das ourivesarias já foram assaltadas

Dois alunos finalistas da licenciatura de Criminologia do Instituto Superior da Maia (ISMAI), estão a realizar um estudo sobre a criminalidade associada às ourivesarias do concelho do Porto, intitulado “Da investigação à ação: prevenção da criminalidade associada às ourivesarias e relojoarias”.

O relatório só será concluído por Pedro Alves e Ana Raquel Teixeira no final do ano, porém os resultados preliminares da investigação projetam que metade das ourivesarias do Porto já foi alvo de assalto ou tentativa de assalto; 28 por cento dos roubos decorreu durante 2010 e 65 por cento das ocorrências aconteceram nos últimos três anos.

Os alunos do ISMAI pretendem com este estudo mostrar que o assalto ou tentativas de assalto às ourivesarias tem sido um fenómeno muito presente na realidade portuguesa e que tem vindo a crescer.

 

30 de Novembro, 2012
Atualidade

Notícias relacionadas