Orelha do diabo descoberta na Sibéria

Imagem da notícia: Orelha do diabo descoberta na Sibéria

Foi descoberta na região de Irkutsk na Sibéria, Rússia, a “orelha do diabo”, uma pepita de ouro de mais de seis quilos e meio, avaliada em milhares de euros.

A história do exemplar não deixa de ser insólita, em parte pelo misticismo intrínseco. Foi encontrada numa sexta-feira 13, na véspera de lua cheia.

A forma peculiar com que se apresenta, pontiaguda, faz lembrar a orelha de algo demoníaco, daí a nomenclatura orelha do diabo. Esta referência a Lúcifer é igualmente propositada: a pepita pesa 6,664 quilos. Há quem associe três seis seguidos ao número do diabo.

O achado foi um mero acaso. Neste jazigo de ouro da Ugakhan, empresa proprietária da mina, a pepita foi inicialmente colocada no lixo, porque as máquinas de filtragem não detetaram a presença do metal precioso na pedra. Até que um dos trabalhadores reparou que afinal a pepita podia ter algum valor.

Os funcionários acreditam que, devido ao grande tamanho da pedra, outras idênticas possam surgir no mesm sítio, suportando a hipótese do ditado local “uma pepita nunca vem só”.

A empresa disse, em comunicado, que vai “analisar cuidadosamente que outros materiais o inteligente equipamento colocou no lixo”.

26 Junho 2014
Atualidade

Notícias relacionadas

Candidaturas abertas para o Programa Apoiar.pt

Já pode registar a sua empresa ou organização no Balcão Portugal 2020, caso pretenda requerer o novo apoio dirigido aos negócios mais afetados pela pandemia Covid-19, nomeadamente na área do comércio.

Ler mais 27 Novembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesaria

Yvel desenvolve máscara de proteção mais cara do mundo

A máscara de proteção mais cara do mundo custa cerca de 1,3 milhões de euros e foi desenvolvida pela Yvel, marca de joalharia israelita. O equipamento de proteção individual deverá incluir mais de 3.600 diamantes brancos e pretos.

Ler mais 26 Novembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesaria