As questões de Bridget Kennedy em instalação de 10 mil anéis

Imagem da notícia: As questões de Bridget Kennedy em instalação de 10 mil anéis

Uma instalação de 10 mil anéis de zinco, chumbo, prata, hulha e ouro em cera de abelha, em que os visitantes são desafiados a escolher um para guardar, mediante o depósito de cinco dólares numa “caixa de honestidade”, é a proposta de joalheira australiana Bridget Kennedy.

O objeto vai sofrendo as mutações que cada visitante enceta, particularmente visíveis nos anéis que utilizam a cera de abelha, que se alteram no momento em que são usados.

No centro está colocado um de ouro, de 18 quilates. Patente na The Depot Gallery, em Waterloo, Austrália, questiona conceitos como a ganância, a permanência, a instabilidade, a utilização dos recursos e a destruição da beleza, entre outros.

A autora, que partilha o atelier Studio 20/17 com Melanie Ihnen, na mesma cidade australiana, antes da opção pela joalharia contemporânea, trabalhou em finanças e tecnologias de informação naquele país e no Reino Unido.

13 Fevereiro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Como será a indústria do luxo após a Covid-19?

Dez das principais mentes da área do comércio de bens de luxo - incluindo relojoeiros e joalheiros - falam sobre as consequências duradouras da crise relacionada com a pandemia de Covid-19.

Ler mais 8 Setembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesariaRelojoaria

STAYAWAY COVID, a app de rastreio automático

A STAYAWAY COVID é uma aplicação móvel de rastreio automático de contactos de utentes com Covid-19. Foi apresentada a 1 de setembro como um meio complementar aos sistemas tradicionais de resposta à pandemia.

Ler mais 7 Setembro 2020
Atualidade