Setor da Ourivesaria une-se em protesto

Imagem da notícia: Setor da Ourivesaria une-se em protesto

Na sequência da entrada em vigor da Portaria 418-A/2012 que aprova os emolumentos, as taxas e as propinas previstos no Regulamento das Contrastarias, revogando a anterior legislação e que determina, na generalidade, aumentos de cerca de 90 por cento e cria um emolumento mínimo por lote de 7,5 euros, a AORP convocou uma reunião de associados para definir medidas a tomar face a esta legislação.

Assim, na Assembleia Geral realizada a 15 de janeiro 2013, numa das mais participadas reuniões de sempre da associação, os mais de 140 associados presentes, unanimemente decidiram, entre outras medidas, realizar uma ação coletiva de protesto a 23 de janeiro, pelas 9h00, em frente às instalações da Contrastaria do Porto e de Lisboa.

A AORP apela à participação de todos neste protesto, “uma ação onde pretendemos mostrar ao governo, a insatisfação generalizada de todo o setor perante as novas medidas impostas”, revelou fonte da associação.

 

17 Janeiro 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Como será a indústria do luxo após a Covid-19?

Dez das principais mentes da área do comércio de bens de luxo - incluindo relojoeiros e joalheiros - falam sobre as consequências duradouras da crise relacionada com a pandemia de Covid-19.

Ler mais 8 Setembro 2020
AtualidadeJoalharia e ourivesariaRelojoaria

STAYAWAY COVID, a app de rastreio automático

A STAYAWAY COVID é uma aplicação móvel de rastreio automático de contactos de utentes com Covid-19. Foi apresentada a 1 de setembro como um meio complementar aos sistemas tradicionais de resposta à pandemia.

Ler mais 7 Setembro 2020
Atualidade