Nova arte de joalharia portuguesa no mundo

Imagem da notícia: Nova arte de joalharia portuguesa no mundo

Eleutério assume-se uma minuciosa arte de filigrana, que brilha atualmente em Portugal e em todo o mundo. Esta arte iniciou no século XIX com Manuel Antunes e, mais tarde, transmitiu ao seu filho Eleutério a técnica e foi passando de geração em geração. “Esta arte envolve um trabalho minucioso e apurado de aplicação de fios finos de ouro, que exige atenção e arte de quem o realiza.

A incorporação desta técnica permite que as nossas joias sejam diferentes das outras propostas que existem no mercado”, refere Rosa Antunes, administradora da empresa. A originalidade e a arte das joias Eleutério surpreendem o público conquistando os portugueses e os mercados estrangeiros.

Apesar de a tradição ser uma aposta da marca, a Eleutério não deixa de acompanhar a evolução dos tempos. “Manter as raízes, as tradições de décadas e ainda assim inovar apostando em novas ferramentas, materiais e técnicas, é o que temos feito ao longo dos anos. O que se pretende é conseguir criar peças que sejam atuais e de bom gosto, mas que conservem o que caracterizou esta marca desde sempre”, salienta Rosa Antunes.

Atualmente, a empresa caminha para um processo de internacionalização acelerado com perspetivas de entrar em novos mercados. A nível internacional, a joalharia tem uma forte presença em estabelecimentos de elevado posicionamento no mercado inglês e na Polónia, onde estabeleceu uma parceria com a mais conceituada cadeia de lojasW.KRUK.
Fora da Europa, a Eleutério chega aos EUA, através das galerias de Stuart Moore e regista ainda presenças pontuais em vendas realizadas no continente africano, nomeadamente em Angola e Moçambique.

10 de Janeiro, 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Covid-19: medidas de apoio à economia e ao emprego

De forma a aceder mais facilmente a cada tópico que tem sido abordado no âmbito da Covid-19 e ficar a par dos últimos desenvolvimentos sobre este tema, nomeadamente no que diz respeito ao setor da ourivesaria, a AORP apresenta as várias informações sistematizadas.

Ler mais 25 de Janeiro, 2021
Atualidade

Ourivesarias fecham, mas (algumas) apenas fisicamente

Perante as novas medidas de confinamento geral, anunciadas na semana passada pelo Governo, as ourivesarias e relojoarias - por serem consideradas comércio não essencial - tiveram que fechar portas, por tempo indeterminado. No entanto, há muitas que continuam a sua atividade através das plataformas digitais.

Ler mais 18 de Janeiro, 2021
Atualidade